Selecione a fonte desejada
Menu

As perspectivas do biodiesel para o Brasil

Nos dias 5 e 6 de novembro, aconteceu em São Paulo, a Conferência Biodiesel BR 2018. Há 12 anos o evento mais importante do setor reune lideranças empresariais para debater e definir os próximos passos do Biodiesel no Brasil. Este ano, o tema da conferência foi "Construindo o caminho para o B15". O diretor administrativo/financeiro da 3Tentos, Luiz Osório Dumoncel, participou da conferência que reuniu mais de 250 participantes.
COMPARTILHE ESTE ARTIGO
FacebookTwitterLinkedinWhatsApp

Neste ano de 2018, completa-se dez anos da mistura obrigatória de biodiesel no diesel comercial brasileiro, através do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB). O biodiesel, é considerado um combustível verde, pois emite 70% menos Gases de Efeito Estufa (GEEs) que o diesel de origem fóssil, ficando evidente que o produto atende os pilares da sustentabilidade.

Já do ponto de vista econômico e social, o aumento gradual da mistura obrigatória de 2%, originalmente, até os atuais 10%, levou à retomada do processamento interno da soja para produção de farelo e óleo, o que ocasionou a geração de milhares de empregos em toda a cadeia produtiva. A agricultura familiar, integrada ao Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel, através do Selo Combustível Social, também viu as vantagens do desenvolvimento do setor, tendo assegurada a sua participação nas venda de oleoginosas com por exemplo a soja, e de animais com o sebo bovino, além de assistência técnica ao produtor rural,  pontos essencial para o crescimento futuro da produtividade.

Por estes e outros motivos, lideranças do setor empresarial se reúnem há 12 anos, no principal evento que tem debatido os avanços e desafios do biodiesel. A Conferência Biodiesel BR, hoje é referência para alavancar importantes discussões do setor. Este ano, mais de 250 participantes estiveram presentes no evento. O diretor administrativo/financeiro da 3Tentos, Luiz Osório Dumoncel, participou dos dois dias da Conferência e trouxe diversos pontos positivos para setor. 

O Brasil hoje utiliza 10% de biodiesel em todo o óleo diesel utilizado no país, mas a partir de junho de 2019, haverá um acréscimo de 1% nesta mistura, passando de B10 para B11, e a partir do ano de 2020, até o ano de 2023, será acrescentando 1% ao ano de biodiesel ao diesel brasileiro até chegar ao B15, cuja utilização já está aprovada e publicada no diário oficial. Para o diretor da 3Tentos, esse é sem dúvida um grande avanço para o setor, que busca cada vez mais produzir juntamente com os produtores rurais, um combustível limpo e sustentável. "Esse incremento é fundamental para a agricultura. Quando produzimos óleo, e esse óleo é destinado ao combustível verde, produzimos mais farelo, casca, mais glicerina, e isto está sendo destinado para a alimentação e para outros usos para o consumo da sociedade. A 3Tentos fica muito satisfeita com as conquistas do setor, como o incremento de biodiesel ao combustível fóssil, pois trará muitos benefícios, como uma indústria mais sustentável e um planeta melhor para as futuras gerações", destacou Luiz Osório Dumoncel.

Hoje, países como os EUA utilizam o mínimo de 5% de biodiesel na mistura, chegando a 15% em alguns estados. Na Argentina o país utiliza 10%, na Europa a média é entre 5% e 9%, e na Índia e Indonésia a mistura de biodiesel é de 20%.

Developed by Agência Jung
X

Inscrição PAP Digital Versão BETA

O PAP é uma ferramenta desenvolvida por consultores 3tentos para produtores rurais
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor

Mande sua mensagem

Selecione um assunto
Comercial Insumos
Comercial Grãos, Óleo e Farelo
Trabalhe Conosco
Indústria de Extração e Biodiesel
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor
Entrar em contato
CotaçõesCotações
Soja
Dólar
Bolsa Chicago
Referência: 14/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento %
[CBOT] Arroz 13,42 13,33 -0.22%
[CBOT] Farelo 431,5 423,5 0.00%
[CME Milk Futures] Leite 18,87 18,99 18,87 18,98 18,88 -0.79%
[CBOT] Milho 692,5 718,75 685 717,25 685 -4.73%
[CBOT] Óleo de Soja 68,59 68,41 +0.54%
[CBOT] Soja 1602,5 1625 1620,75 1625 1603,75 -0.53%
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,15 111,575 111,15 111,45 111,15 -0.29%
[CBOT] Trigo 737 730,25 727,25 730,25 727,25 +0.10%
Referência: 13/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento
[CME Milk Futures] Leite 18,95 19,1 18,94 19,05 19,03
[CBOT] Arroz 13,765 13,36
[CBOT] Farelo 424,7 448 427 448 423,5
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,475 111,925 111,2 111,775 111,475
[CBOT] Soja 1612 1657 1598 1657 1612,25
[CBOT] Milho 729 776,5 709,75 757,5 719
[CBOT] Óleo de Soja 69,05 71,91 70,85 70,85 68,04
[CBOT] Trigo 730 756,5 737 750 726,5
Frequência de atualização: diária