Selecione a fonte desejada
Menu

Tecnologia de aplicação: a importância do uso de adjuvantes

A tecnologia de aplicação é a integração de todos os conhecimentos técnicos disponíveis para proporcionar a correta colocação de um produto biologicamente ativo no alvo, com eficiência e segurança.
COMPARTILHE ESTE ARTIGO
FacebookTwitterLinkedinWhatsApp


Diversos fatores interferem na aplicação correta, segura e responsável de produtos fitossanitários na agricultura, tais como: formulações, equipamentos, adjuvantes, alvos, condições climáticas e o fator humano.


Produtos sistêmicos x produtos de contato


Um fator importante para a efetividade da aplicação é a cobertura do alvo, que será dependente do tipo de atuação do agroquímico (contato ou sistêmico) e o agente a ser controlado. Produtos sistêmicos necessitam de uma menor cobertura do alvo, ao contrário dos produtos de contato que a cobertura deverá ser máxima.



Condições meteorológicas


A eficiência da aplicação também tem uma relação direta com as condições meteorológicas, que se não respeitadas, podem interferir negativamente na eficiência, ocasionando perdas por deriva ou por evaporação, com baixa umidade e alta temperatura, por exemplo.



Adição de adjuvantes


E quando falamos em uma correta aplicação, uma das ferramentas que pode auxiliar a atingir o alvo com excelência é a adição de adjuvantes às caldas fitossanitárias e nutricionais. Adjuvantes são substâncias adicionadas à formulação dos produtos fitossanitários ou à calda de aplicação, exercendo papel fundamental em todas as etapas do processo de aplicação, conforme a necessidade, trazendo um benefício técnico à formulação ou à calda. No Brasil não temos uma norma ou homologação regente que trata das especificidades e garantias de entrega da ação adjuvante desejada ou de performance mínima e máxima aceita para tal função. O que temos de fazer para buscar o máximo de benefícios nas aplicações é trabalhar tecnicamente na especificidade do adjuvante e qual função e objetivo se espera que o produto entregue.



Temos que nos atentar aos cinco pilares de estrutura funcional dos adjuvantes:








Podemos estimar (tabela 02) o prejuízo causado por aplicações quando não observamos de fato o papel do adjuvante, sua especificação técnica, sua indicação técnica, sua dosagem correta e o respeito às regras básicas das boas práticas agrícolas:



Tabela 02: Avaliação de perdas decorrentes do uso incorreto de adjuvantes








* Considerando o investimento de R$ 400,00/ha na aplicação de herbicida em soja;
** Considerando o investimento de R$ 900,00/ha nas aplicações de fungicidas na soja;

Fonte: Alvo Consultoria (Dados estimados, baseado em análises de resultados científicos).






Na tabela abaixo, podemos estimar também o quanto pode ser perdido em uma ponta de pulverização, por safra de soja. Considerando um produtor de 500 hectares (ha), investimento em produtos de US$266,00/há, ou seja, investimento total de US$133.000,00.



Fonte: ALVO TA, 2021. (Custos baseado em Dólar – Nov/2021).



Conclusão


Para contribuir com aplicações mais seguras e eficazes, é necessário ter operadores capacitados e treinados, posicionamento técnico correto e embasado em dados científicos. Além da utilização de adjuvantes de qualidade, pois são ferramentas que, quando bem utilizadas, apresentam resultados extremamente positivos e rentáveis.



Apoio:




Developed by Agência Jung
X

Inscrição PAP Digital Versão BETA

O PAP é uma ferramenta desenvolvida por consultores 3tentos para produtores rurais
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor

Mande sua mensagem

Selecione um assunto
Comercial Insumos
Comercial Grãos, Óleo e Farelo
Trabalhe Conosco
Indústria de Extração e Biodiesel
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor
Entrar em contato
CotaçõesCotações
Soja
Dólar
Bolsa Chicago
Referência: 14/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento %
[CBOT] Arroz 13,42 13,33 -0.22%
[CBOT] Farelo 431,5 423,5 0.00%
[CME Milk Futures] Leite 18,87 18,99 18,87 18,98 18,88 -0.79%
[CBOT] Milho 692,5 718,75 685 717,25 685 -4.73%
[CBOT] Óleo de Soja 68,59 68,41 +0.54%
[CBOT] Soja 1602,5 1625 1620,75 1625 1603,75 -0.53%
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,15 111,575 111,15 111,45 111,15 -0.29%
[CBOT] Trigo 737 730,25 727,25 730,25 727,25 +0.10%
Referência: 13/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento
[CME Milk Futures] Leite 18,95 19,1 18,94 19,05 19,03
[CBOT] Arroz 13,765 13,36
[CBOT] Farelo 424,7 448 427 448 423,5
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,475 111,925 111,2 111,775 111,475
[CBOT] Soja 1612 1657 1598 1657 1612,25
[CBOT] Milho 729 776,5 709,75 757,5 719
[CBOT] Óleo de Soja 69,05 71,91 70,85 70,85 68,04
[CBOT] Trigo 730 756,5 737 750 726,5
Frequência de atualização: diária