Selecione a fonte desejada
Menu

A Importância da soja para a matriz energética brasileira

O Biodiesel corresponde atualmente à 10% de todo diesel consumido no Brasil. Você sabe qual o impacto disso no nosso dia-a-dia e no nosso mercado? 
COMPARTILHE ESTE ARTIGO
FacebookTwitterLinkedinWhatsApp

Como sabemos o modal rodoviário é o mais utilizado no Brasil para o transporte de cargas e produtos. Sentimos isso na pele durante a última paralização dos caminhoneiros quando no 3° dia o país já notava sinais de desabastecimento. Para que esse transporte aconteça, o combustível mais utilizado é o diesel e segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petroleo, Gás natural e biocombustíveis) foram consumidos 28.487.316 m³ desse combustível no primeiro semestre de 2018.


Mas o que isso tem a ver com a agricultura, e mais especificamente a soja? 

O Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel teve início em 2004, prevendo um aumento gradativo na mistura de biodiesel ao diesel de petróleo, tendo iniciado com a mistura obrigatória de 2% em 2006 e devido a um trabalho de qualidade realizado pelas usinas e pelos produtores de soja, atualmente essa mistura corresponde a 10%. O Biodiesel é um biocombustível renovável e limpo produzido a partir de fonte oleaginosa e a soja tem um papel importantíssimo, sendo responsável por 65% da matéria-prima utilizada na produção desse biocombustível.


A ANP estima que em 2018 a produção de biodiesel chegará a 5,3 bilhões de litros, ou seja, se fizermos um cálculo inverso, sabendo que a soja tem em sua composição aproximadamente 19% de óleo, serão necessárias 18,13 milhões de toneladas de soja para a produção de biodiesel no Brasil, ou seja 15% da safra 2017/2018, apurada em 117 milhões de toneladas no relatório anual da USDA divulgado em maio. 


Notamos que a soja impulsiona a matriz energética brasileira, pois é a grande responsável pelo crescimento do programa de Biodiesel no Brasil e que nos permite olhar para o futuro com a confiança que teremos matéria prima para chegarmos à mistura de 20% prevista para 2030, preservando assim o meio ambiente através da queima de um combustível limpo e também impulsionando a agricultura, economia, emprego e renda.

Developed by Agência Jung
X

Inscrição PAP Digital Versão BETA

O PAP é uma ferramenta desenvolvida por consultores 3tentos para produtores rurais
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor

Mande sua mensagem

Selecione um assunto
Comercial Insumos
Comercial Grãos, Óleo e Farelo
Trabalhe Conosco
Indústria de Extração e Biodiesel
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor
Entrar em contato
CotaçõesCotações
Soja
Dólar
Bolsa Chicago
Referência: 14/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento %
[CBOT] Arroz 13,42 13,33 -0.22%
[CBOT] Farelo 431,5 423,5 0.00%
[CME Milk Futures] Leite 18,87 18,99 18,87 18,98 18,88 -0.79%
[CBOT] Milho 692,5 718,75 685 717,25 685 -4.73%
[CBOT] Óleo de Soja 68,59 68,41 +0.54%
[CBOT] Soja 1602,5 1625 1620,75 1625 1603,75 -0.53%
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,15 111,575 111,15 111,45 111,15 -0.29%
[CBOT] Trigo 737 730,25 727,25 730,25 727,25 +0.10%
Referência: 13/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento
[CME Milk Futures] Leite 18,95 19,1 18,94 19,05 19,03
[CBOT] Arroz 13,765 13,36
[CBOT] Farelo 424,7 448 427 448 423,5
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,475 111,925 111,2 111,775 111,475
[CBOT] Soja 1612 1657 1598 1657 1612,25
[CBOT] Milho 729 776,5 709,75 757,5 719
[CBOT] Óleo de Soja 69,05 71,91 70,85 70,85 68,04
[CBOT] Trigo 730 756,5 737 750 726,5
Frequência de atualização: diária