Selecione a fonte desejada
Menu

Tendências climáticas para o inverno 2021

La Niña acabou, mas atmosfera ainda não sentiu. Em maio, a Agência Americana de Meteorologia e Oceanografia (NOAA) afirmou que o La Niña, fenômeno que trouxe muita seca ao centro e sul do Brasil em 2020, terminou. Estamos agora, sob neutralidade climática, sem o La Niña e também sem um fenômeno La Niña. A questão é que pelas previsões para o inverno, parece que a atmosfera brasileira ainda não sabe disso.
COMPARTILHE ESTE ARTIGO
FacebookTwitterLinkedinWhatsApp


Como será o inverno 2021 no Brasil?


De acordo com a previsão da NASA/NOAA, boa parte da estação será mais seca que o normal.



Tendências climáticas para a região Sul


A Região Sul, sobretudo Santa Catarina e Paraná, serão afetados pela precipitação abaixo da média, pois o inverno é considerado uma estação úmida, responsável pelo aumento do nível de reservatórios. 


No Rio Grande do Sul, também há previsão de chuva abaixo da média, mas a precipitação será mais frequente, especialmente no fim da estação. Mesmo com a precipitação abaixo da média, culturas de inverno deverão ser beneficiadas com o clima mais seco. Apesar da previsão de temperatura acima da média, um cuidado com a data de instalação será com geada tardia que poderá aparecer até o fim de agosto. No ano passado, uma geada tardia em setembro diminuiu de forma significativa a produtividade das culturas de inverno do Rio Grande do Sul. Levar em consideração a época de instalação neste momento será importante para evitar frio tardio lá na frente.


Além de tudo, especificamente na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, a chuva será mais frequente que no inverno passado, fazendo com que reservatórios usados para a irrigação do arroz tenham um nível mais elevado que o observado no ano passado. Isso eventualmente poderá ajudar em um aumento da área instalada para a próxima safra.



Tendências climáticas para a região Sudeste e Centro-Oeste


As Regiões Sudeste e Centro-Oeste já têm um inverno seco. E a tendência é de que realmente não chova muito nos próximos meses. Isso significa que culturas como cana de açúcar, trigo, milho, algodão, café e laranja terão suas colheitas prosseguindo em ritmo acelerado. É bem verdade que a produtividade do milho deverá ser baixa por sua instalação tardia e estiagem prolongada em 2021. Além disso, serão poucas as ondas de frio com potencial para geadas, apesar de períodos de neutralidade o risco de aparecimento do fenômeno ser maior.



Tendências climáticas para a região Nordeste


A Região Nordeste costuma ter fortes chuvas no litoral e zona da mata e que muitas vezes alcançam o agreste. Embora exista previsão de chuva acima da média, estamos registrando precipitação irregular. Enquanto a Paraíba está com elevada umidade do solo, áreas de Sergipe passam por déficit hídrico. O cenário não deverá mudar muito na época mais chuvosa do ano: até há previsão de elevados acumulados, mas não há garantia de boa distribuição.



Tendências climáticas para a região Norte


Por fim, na Região Norte, o que vem chamando a atenção é o elevado nível dos rios amazônicos por conta de chuva forte observada no verão. No inverno, a precipitação ainda será intensa sobre o Amapá e Roraima, mas boa parte da Região Norte passa por seu período mais seco. Em Roraima, ao contrário, o meio do ano é o período mais chuvoso, benéfico para o desenvolvimento do arroz e manutenção das pastagens.



Uma imagem contendo MapaDescrição gerada automaticamente

GráficoDescrição gerada automaticamente com confiança média


Previsão do desvio padronizado da precipitação e da temperatura na América do Sul no inverno de 2021 (julho-agosto-setembro). Fonte: NASA/NOAA




Apoio:




Developed by Agência Jung
X

Inscrição PAP Digital Versão BETA

O PAP é uma ferramenta desenvolvida por consultores 3tentos para produtores rurais
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor

Mande sua mensagem

Selecione um assunto
Comercial Insumos
Comercial Grãos, Óleo e Farelo
Trabalhe Conosco
Indústria de Extração e Biodiesel
*Campos obrigatórios
Enviar
Logo 3tentos Original em Vetor
Entrar em contato
CotaçõesCotações
Soja
Dólar
Bolsa Chicago
Referência: 14/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento %
[CBOT] Arroz 13,42 13,33 -0.22%
[CBOT] Farelo 431,5 423,5 0.00%
[CME Milk Futures] Leite 18,87 18,99 18,87 18,98 18,88 -0.79%
[CBOT] Milho 692,5 718,75 685 717,25 685 -4.73%
[CBOT] Óleo de Soja 68,59 68,41 +0.54%
[CBOT] Soja 1602,5 1625 1620,75 1625 1603,75 -0.53%
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,15 111,575 111,15 111,45 111,15 -0.29%
[CBOT] Trigo 737 730,25 727,25 730,25 727,25 +0.10%
Referência: 13/05/2021
Produto Último Máxima Mínima Abertura Fechamento
[CME Milk Futures] Leite 18,95 19,1 18,94 19,05 19,03
[CBOT] Arroz 13,765 13,36
[CBOT] Farelo 424,7 448 427 448 423,5
[CME Lean Hog Futures] Suínos 111,475 111,925 111,2 111,775 111,475
[CBOT] Soja 1612 1657 1598 1657 1612,25
[CBOT] Milho 729 776,5 709,75 757,5 719
[CBOT] Óleo de Soja 69,05 71,91 70,85 70,85 68,04
[CBOT] Trigo 730 756,5 737 750 726,5
Frequência de atualização: diária